Clutch, clutch, clutch!

Não é de hoje que, pessoalmente, sou fã e adepta das bolsas de mão. De modo geral, gosto de trabalhos manuais em "tamanho reduzido". Foi assim com quase todas as técnicas em que pude trabalhar, a exemplo de biscuit, bordados, bonecos. Com as bolsas não consegui ser muito diferente, rsrs
Minhas primeiras peças foram, em maioria absoluta, bolsas de mão. Ainda hoje dominam as fornadas de mimos :D Apesar do tamanho diminuto, me agradava de que surpreendessem nos detalhes: pedrarias, quilts, bordadinhos, curvas...Pegar uma bolsa com as duas mãos, apreciar ela de pertinho e descobri-la, aos poucos....Humm! Confesso que levei um certo tempo para me render às irmãs maiores, peças em que não costumo ousar muito. Normalmente me atenho às estampas e linhas mais clean, em contraponto com o tamanho.
Bolsas de mão, carteiras e clutches, frutos de fases e inspirações diversas - mimo e praticidade à mão.

Depois de uma longa fase definitivamente dominada pelas bolsas "carry-all", grandes, volumosas e com espaço pra tudo, eis que as pequenininhas conseguiram vencer os limites do seu restrito espaço interno e estão começando a conquistar espaço na moda atual. As clutches estão com tudo, neste outono, no inverno, no verão!!! 
É o acessório de destaque, seja em matérias de tv , sites de costura ou de fashionistas. 
Clutch rendada, recém concebida no atelier da Lindy Crafts: para ocasiões mais que especiais
Com toda sua delicadeza e elegância, as pequerruchas são uma ótima opção para arrematar com encanto e charme o look de qualquer ocasião, desde uma ida à padaria, como eu costumo de dizer, à uma festa chic. :) 
Alguma razão para ainda não se render à elas?

Beijos e até a próxima fornada! ;)

Comentários