Para manter suas peças sempre bonitas, sejam elas bolsas, carteiras ou necessaires, relacionamos algumas dicas e cuidados, a fim de ajudar-lhe a conservá-las por mais tempo e também na hora de lavar, secar e passar.

Se não encontrar aqui a solução para seu problema ou ainda restar alguma dúvida, fique à vontade para nos contatar. 

Lavar é preciso, mas... 

• antes de qualquer coisa, evite que a peça fique muito encardida ou manchada e, consequentemente, mais difícil de limpar. Em caso de manchas, sempre que possível, limpe-as imediatamente com um pano úmido ou papel toalha. Então lave a peça cuidadosamente à mão, em água e sabão neutro. Se for necessário, deixe a peça de molho e finalize o processo normalmente. Evite, no entanto, deixar de molho por muito tempo, especialmente se houver elementos metálicos (botões magneticos/pressão, argolas, ilhoses, etc.), que podem acabar sofrendo alteração ou oxidação, arriscando manchar o tecido.

• Evite esfregar em excesso, pois o atrito pode 'empipocar' e causar danos ao tecido e à estampa. 

• No caso de manchas difíceis e encardidos, especialmente em peças claras, use uma escova macia ou ainda alvejante seguro para tecidos coloridos. Siga as orientações de uso do rótulo do produto e aplique na área manchada. Para peças encardidas, pode-se diluir o produto em água suficiente para cobrir a peça e deixá-la de molho por 5 a dez minutos, evitando mergulhar partes metálicas nessa solução. 

• Dependendo do caso, o processo de molho em alvejante seguro poderá ser o suficiente para amenizar e remover encardidos e manchas leves. Sendo assim, bastará enxaguar bem a peça e pô-la para secar. 

• Recomendamos esse processo de limpeza (alvejante seguro + água) para as carteiras e outras peças mais estruturadas, lembrando sempre da necessidade de testar o produto ou diluição em uma pequena área, a fim de evitar desbotamentos e manchas.

• Não torça a peça, jamais! Aliás, é uma dica que vale inclusive para suas roupas! É um costume, verdade, mas deforma e desgasta as sensíveis fibras do tecido e pode arruinar peças com estruturação.

• Ainda sobre acessórios estruturados, apenas pressione para tirar o excesso de água, com a ajuda de uma toalha seca, se possível. Em peças mais molinhas, pressione com as mãos para retirar o excesso de água e pendure pare secar. Falando nisso...

• Secar à sombra, sempre! 

 

• Comece sempre com temperatura moderada e vá aumentando conforme sentir necessidade.

• Em alguns tecidos, especialmente os escuros e tecidos de composição mista, o ferro pode deixar marcas brilhantes. A dica é usar um tecido de algodão entre o ferro e a peça (uma fronha ou camiseta velha cumprem bem a função), com a temperatura ajustada para "algodão".

• Para vincos mais difíceis, use um borrifador com água ou umedeça com a mão a área do vinco antes de passar.

    

Por fim, alguns cuidados preventivos e que vão fazer toda diferença:

• Evite deixar a peça exposta a luz natural contínua, ainda que indireta, que desbota o tecido sem que a gente sequer perceba. 

• Excesso de peso ou itens podem diminuir a vida útil da peça, provocando deformidades (mesmo em peças estruturadas), forçando os tecidos ou causando danos às alças e costuras.